Dilmês

De Sayba

Sobre[editar]

Dilmês é o termo dado a diversos discursos confusos de Dilma Rousseff, 36ª Presidente do Brasil.

Exemplos[editar]

Estocagem de vento[editar]

Estocagem de vento se refere ao discurso de Dilma Rousseff na ONU, em 26 de setembro de 2016. Nele, a presidente sugere uma tecnologia de se ‘estocar vento’ para gerar energia de maneira confusa.[1]

Saudação à mandioca / Mulheres sapiens[editar]

Saudação à mandioca ou Mulheres sapiens foram termos usados por Dilma num discurso na cerimônia dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas no dia 23 de Junho de 2015.

Nele, a presidente ressalta a importância da mandioca para o Brasil, chamando-a “uma das maiores conquistas do Brasil” e que estaria a saudando.[2] Então, segurando uma bola improvisada, Dilma menciona como ela os transforma em “Homo sapiens, ou ‘Mulheres sapiens’ ”.[3]

Figura oculta de um cachorro[editar]

Num discurso de Dilma em outubro de 2013, sobre o Dia das Crianças, em que ela menciona como que o Dia das Crianças é também o dia da mãe, do pai, das professoras e dos animais. Ela então fala como que sempre quando se olha uma criança, se enxerga uma figura oculta, “que é um cachorro atrás”.[4]

Referências externas[editar]