Bolsolão

De Sayba

Sobre[editar]

Bolsolão ou Operação Lava Zap se refere a uma reportagem feita pelo jornal Folha de São de Paulo durante o segundo turno das eleições de 2018, em que empresários teriam comprado pacotes de disparo de mensagens em massa para o aplicativo WhatsApp de forma a beneficiar o candidato a Presidente da República Jair Bolsonaro.[1] Isto seria ilegal, por ser caracterizado como doação de campanha não declarada, e que poderia ser considerada como Caixa Dois.

Bolsonaro negou irregularidades, e alegou não ter controle sobre a ação de empresários.[1]

O assunto começou a gerar discussões e críticas por conta da proximidade da votação no segundo turno. A reportagem também gerou memes sobre a possibilidade de que as eleições possam ser refeitas.

Repercussões[editar]

O Partido dos Trabalhadores (PT) fez um pedido ao Tribunal Superior Eleitoral para que o candidado do Partido Social Liberal (PSL) se tornasse inelegível por oito anos.[1]

O Partido Democrático Trabalhista (PDT) anunciou que iria pedir a nulidade das eleições de 2018.[2]

A Avaaz, organização de mobilização social na internet, ofereceu um prêmio de 100 mil dólares por informações relevantes que possam levar à condenação de qualquer candidato à Presidência do Brasil por conta de Fake News.[3]

Diversas hashtags no Twitter começaram a aparecer sobre o assunto. Entre elas, #Caixa2doBolsonaro e #LavaZap contra o candidato, e #MarketeirosDoJair a favor.

Galeria

Country vs Zap.jpg

Ver mais na galeria.


Referências externas[editar]